Após denunciar Covaxin Luis Miranda reclamou da postura do presidente Bolsonaro

Três dias após ter se reunido com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), quando alegou ter denunciado suposto favorecimento na compra das vacinas Covaxin pelo Ministério da Saúde, o deputado federal Luis Miranda (DEM-DF) reclamou sobre o silêncio do titular do Palácio do Planalto. Em suas redes sociais Miranda desabafa sobre a indiferença do presidente.

O Deputado diz que avisou o presidente sobre irregularidades e diz : Presidente você fala tanto em Deus e permite que eu e meu irmão, sejamos atacados por tentarmos ajudar o seu governo, denunciando para o senhor indícios de corrupção em um contrato do Ministério da saúde!
Sempre te defendi e essa é a recompensa que recebo?

A repercussão das denúncias levou o vice-presidente da CPI da Covid, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), a requisitar segurança para o deputado federal, ao irmão dele e também para familiares.

Entenda

Um documento do Ministério das Relações Exteriores mostra que o governo federal negociou, no início de fevereiro deste ano, a compra da vacina indiana Covaxin por um valor 1.000% mais alto do que o preço anunciado pela fabricante seis meses antes. As tratativas ocorreram, portanto, mais de um mês antes do encontro dos irmãos Miranda com Bolsonaro e da denúncia feita ao MPF.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *