Em São José de Ribamar Blogueiro deve responder processos por distorcer informações

Diariamente em São José de Ribamar, o atual prefeito Dr.Julinho, vem sendo atacado de forma pessoal e até agressiva, por um blogueiro frustrado da região, que vem criando até mesmo mentiras e distorcendo informações a fim de manipular a opinião popular, em busca de um futuro político. Contudo, por trás da suposta “preocupação com o povo” há um interesse pessoal.

Na última semana, um blog ligado ao opositor distorceu um discurso do governador Flávio Dino que claramente disse que precisou assumir o papel de prefeito nas gestões anteriores. Na sequência, causando um deserviço à população, a mesma rede divulgou que servidores teriam recebido dinheiro do auxílio cidadão, matéria essa que ainda vai render dor de cabeça para o blogueiro em questão, tendo em vista que os citados no texto irresponsável entrarão com ação na justiça.

A última notícia manipulada diz respeito à coleta de lixo. A publicação diz que o Ministério Público abriu investigação para apurar “possíveis” irregularidades. Na verdade, o Ministério Público recebeu uma denuncia sem fundamento do próprio blogueiro, que foi ao MP com uma foto distorcida da realidade e então o órgão comunicou o poder público e deu um prazo de 10 dias para justificar a tal “denuncia”.

O Blog procurou a prefeitura de São José de Ribamar que informou que a coleta de lixo é realizada com caminhões compactadores, sendo as caçambas usadas apenas para entrarem em áreas com a infraestrutura muito danificadas( diga-se de passagem, herança dos antigos gestores que deixaram Ribamar em situação precária) e que os agentes de limpeza não circulam em cima das caçambas, pois estas são cobertas com lonas.

A foto divulgada de má fé foi tirada no momento que um agente de limpeza recebia o lixo para armazenar na caçamba. O elemento primordial do blogueiro em questão é tentar manipular a opinião popular usando a estratégia da distração, que consiste em desviar a atenção do público dos problemas importantes e reais e das mudanças positivas realizadas pelo poder público.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *