Ex-candidata a vice-prefeita de Neto Evangelista acumula cargos públicos de forma ilegal

Um documento que o Ministério Público do Trabalho (MPT) juntou a um processo do Detran-MA (Departamento de Trânsito do Maranhão) que tramita na justiça do Trabalho, revela um acúmulo ilegal de cargo por parte da candidata a vice-prefeita Luzimar Lopes Corrêa que disputou o cargo na eleição de 2020 indicada pelo PDT na chapa de Neto Evangelista (DEM).

De acordo com a planilha que o Blog do Domingos Costa teve acesso com exclusividade, relativa a folha de pagamento do mês de maio de 2021, a pedetista é a número 132 do total de 198 funcionários terceirizados do órgão estadual controlado pelo partido do senador Weverton Rocha.

Embora na ativa do Detran-MA no cargo de Coordenadora de Análise de Infração, no dia 09 de fevereiro deste ano, Luzimar Lopes foi nomeada como Coordenadora Municipal da Mulher no governo do prefeito Eduardo Braide (Podemos), em São Luís. O nome da ex-candidata a vice-prefeita de Neto Evangelista foi publicado no diário oficial do município daquele mesmo dia, conforme link no final deste post.

– Outro lado 

Ouvida pelo Blog do DC, a funcionária do governo Braide disse que está desligada do Detran-MA. “Estou afastada há muito tempo”, disse ao contrariar um documento do Ministério Público do Trabalho.

Questionada sobre quando se deu seu afastamento do Detra-MA, Luzimar Lopes foi curta na resposta: “Desde que sair para a campanha”. Se referindo as eleições de 2020.

Antes que o titular do Blog perguntasse de que forma foi o desligamento do órgão controlado pelo PDT e sobre documentos públicos oficiais que comprovam esse desligamento, a pedetista disse que só poderia continuar a conversa após 30 minutos.

Então, quem está mentido? O Ministério Público do Trabalho ou Luzimar?

Do blog Domingos Costa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *