Policia identifica vigilante que agrediu mulher dentro do supermercado Mateus

A delegacia da Mulher, comandada pela delgada,Kazumi Tanaka, continua investigando o caso da mulher que foi agredida dentro do supermercado Mateus do Aracagy, o blog recebeu a informação de que na tarde desta quinta-feira,29, a polícia identificou um dos agressores.  Trata-se de um vigilante da empresa Clasi, cuja o proprietário é  Pedro Ricardo Aquino da Silva.

A vítima relatou detalhes da agressão na delegacia e já tinha apontado três pessoas como seus agressores; uma mulher e dois homens, sendo dois deles funcionários e um vigilante tercerizado.

No momento que foi agredida, Jackeline contou, também na delegacia, que um dos três agressores desligou a câmera de segura da sala onde tudo aconteceu.

A vitima disse que tudo começou quando ela foi ao supermercado para comprar comida, mas acabou saindo sem nada porque tinha esquecido o cartão de crédito. Foi então que o segurança do Mateus a agarrou pelo braço, já na região do estacionamento, e a levou para dentro de uma ‘Sala de Prevenção de Perdas’, onde iniciaram as agressões.

Na denúncia, Jacqueline declarou que na sala, os funcionários disseram que ela era membro de uma quadrilha que rouba produtos de supermercados e que por não encontrarem nada em sua bolsa, tentaram forjar um furto, no intuito de acusa-la.
Jackeline diz ser mãe de família e trabalhadora e que nunca foi tão humilhada.

O Blog ainda não sabe se foi feito algum pedido de prisão ou se o vigilante se apresentou na delegacia para esclarecimentos. O Blog do Belfort aguarda mais informações e um posicionamento da empresa de vigilância Clasi.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *