Prefeita de Bom Jardim superfatura contratos e gasta milhões com empresa de informática

A prefeita de Bom Jardim, Cristiane Varão tem investido bastante na área de informática, tanto que chegou a superfaturar contratos. Dados do Tribunal de Contas do Estado (TCE) mostram o que a prefeitura investiu na empresa Tania Maria M Prazeres Comercio Eireli nada mais, nada menos que R$ 1.396.742,94.

Em um contrato assinado no último dia 13 de julho, a gestão de Cristine Varão, pagou cerca de R$18.557,89 só em HDs externo de capacidade de 1 TB. Pense em um HD caro, cada 1 saiu por  R$ 720,00, um preço muito acima do mercado.

A prefeitura gastou R$ 82.909,97 em 13 notebooks de configuração básica, cada uma saindo ao valor de R$ 6.377,69. Por esse preço, daria para comprar máquinas muito mais modernas.

Além dos preços superfaturados, o contrato apresenta diversas falhas na questão do produto fornecido e marca dos itens apresentados, nada bate. A exemplo dos 13 tablets adquiridos pela prefeitura, na descrição apresenta a configuração de um tablet da Samsung, mas na marca aparece Goldentec, o certo que cada tablet que tem péssimo desempenhos aparecem ao valor de R$ 2.707,54 cada unidade, saindo o valor total a R$ 35.198,02 pagos pelos 13 produtos.

Em outra parte do contrato, a prefeitura pagou cerca de R$ 294 mil por 210 tablets, tem com os preços acima da média. R$ 219 mil, esse foi o preço pago pela aquisição de cabos de redes para o município.

De acordo com dados da Receita Federal, a empresa que fica localizada no município de Vitória do Mearim, apresenta como sua principal atividade o comércio varejista de móveis. A empresa possui 21 contratos com a prefeitura de Bom Jardim, que vão desde o fornecimento de peças de informática a material de higiene, totalizando assim, R$ 4.621.178,08 faturados no município.

Informações Folha do MA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *