Tanques de guerra no Planalto na semana de votação da PEC: antecipação de 7 de setembro ou tentativa de golpe?

Em um momento de forte tensão entre governo Jair Bolsonaro e o Poder Judiciário, as Forças Armadas planejam um desfile militar inédito em frente ao Palácio do Planalto nesta terça-feira (10/08). A ação é uma tentativa de golpe, está sendo realizada como forma do governo federal mostrar força para a votação da PEC do Voto Impresso. É uma forma que Bolsonaro encontrou de intimidar a Câmar.

A nota disse que “um comboio com veículos blindados, armamentos e outros meios da Força de Fuzileiros da Esquadra, que partiu do Rio de Janeiro, passará por Brasília”. O destino final é o Campo de Instrução de Formosa (CIF), onde é feito anualmente, desde 1988, um grande treinamento da Marinha, a chamada Operação Formosa. Todo esse movimento foi inventado como desculpa, para a entrega do convite da operação, mas para entregar um convite o comandante da Marinha só precisava pegar o elevador (no Palácio do Planalto) e chegar acompanhado pelo ministro da Defesa.

O comunicado sugere que o comboio passará em frente ao Palácio do Planalto, que fica na Praça dos Três Poderes, junto com o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal (STF). Caso se confirme, esse ato em pleno dia útil seria inédito. Anualmente, há desfile militar na Esplanada dos Ministérios durante as celebrações do Feriado da Independência, em 7 de Setembro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *