Vai doer no bolso: blogueiro da grande ilha coleciona processos de São José de Ribamar

Respondendo aos bombardeios equivocados de um blogueiro da grande ilha, o prefeito de São José de Ribamar, Dr. Julinho, resolveu revidar e com sangue nos olhos. Meus amigos, o homem tranquilo e de fala mansa chutou o pau da barraca, meteu a mão na mesa e disse que não vai mais tolerar FAKE NEWS com seu nome e de familiares.

Julinho começou a revidar todo tiro errado que vem em sua direção, tá saindo processo por cima de processo, todo dia uma bomba cai em cima do dito cujo. Agora a coisa ficou ainda mais séria porque além do prefeito, o blogueiro vai ter que encarar também os processos de iniciativa da primeira-dama, Gilvana Dualibe e do vice-prefeito Junior Lago.

Dessa vez o blog em questão acusou, mais uma vez sem provas, a primeira-dama e o vice prefeito de furarem a fila de vacinação contra Covid-19, o que rendeu mais uma ação criminal por calúnia e difamação para sua coleção.

Na ação, os interpelantes pedem que o blogueiro responda às seguintes questões no prazo de 48h sujeito a multa

O ditado popular diz que “chumbo trocado não dói”, mas se continuar desse jeito, o colega vai trabalhar só para pagar indenização, isso se não acabar preso. Porque segundo informações de fontes ribamarenses, Julinho tá pronto para briga, armado judicialmente até os dentes e vai até o fim nessa guerra.

Mas falando bem sério agora, o ambiente virtual tem uma série de leis que guiam e protegem a convivência na internet. Assim como na vida longe das telas, comportamentos inadequados podem resultar em punições que vão desde o pagamento de uma multa até a prisão do autor de ofensas e ataques.

A gente pode brincar, usar da liberdade de expressão, noticiar, mas espalhar mentiras não é papel para um comunicador e não precisa nem ser jornalista para ter essa consciência.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *