Vídeo de Pastor usando templo para destilar ódio com discurso racista, machista e homofobico viraliza e choca internautas

O vídeo do pastor Tupirani da Hora Lores viralizou e chocou internautas do mundo inteiro, o doido que se diz cristão e representar a voz de Deus na terra, voltou a destilar ódio com discurso racista, machista e homofóbico durante uma pregação de um culto na Igreja Pentecostal Geração Jesus Cristo no Rio de Janeiro.

Ele, que já foi preso pelo crime de intolerância religiosa por ter chamado os judeus de “vermes”, decidiu mandar um recado à pastora Karla Cordeiro, que se envolveu em uma polêmica na última semana em que ela proferiu declarações racistas e homofóbicas. “Você é uma puta, você é uma prostituta”, disse ele em vídeo gravado dentro do templo sagrado

Hora Lores, que foi condenado em 2008 e preso em 2012 por intolerância religiosa, prossegue agressivo em seu discurso, não demonstrando ter medo das autoridades e inclusive, chamando-as para prendê-lo pessoalmente.

Para finalizar todo o discurso de ódio, ele afirma que a igreja não levanta “placa de filho da p*ta negro, político e viado”.

Esse lunático deveria estar preso, mas notem que ele diz obedecer o sistema, que sistema? Em quem ele se garante? Tem muita gente se inspirando do presidente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *