Homem que prestava serviço de motorista para se apropriar de dinheiro de idosa é peso em São Luís

Investigado preso pela Polícia Civil em São Luís

A Polícia Civil do Maranhão (PC-MA), cumpriu na manhã da última segunda-feira (15), um mandado de prisão definitiva em desfavor de um homem, 46 anos, investigado pelo crime de apropriação indébita/desvio de rendimentos de uma pessoas idosa em São Luís. A prisão foi realizada através de uma ação policial da “Operação Virtude 2024” do Ministério da Justiça e da Segurança Pública (MJSP).

Autoridade policial da Delegacia de Proteção ao Idoso (DPI), informou que o homem foi condenado a pagar uma pena definitiva de 02 anos e 6 meses de reclusão e uma sansão penal de 150 reais por dia, decisão imposta pelo poder judiciário.

Ainda de acordo com autoridade policial, a justiça também condenou o investigado a pagar R$ 48 mil reais de indenização dos valores que desviou e, se apropriou indevidamente de uma idosa.

As investigações apontaram que, o condenado prestava serviços esporádicos de motorista e de acompanhante, durante a confiabilidade, o suspeito passava a ter acesso direto nas movimentações bancárias da vítima, momento em que aproveitava a situação para cometer os delitos.

Após o cumprimento das formalidades legais, o preso foi recambiado à Central Integrada de Inquéritos e Custódia da Comarca de São Luís, onde ficará à disposição da Justiça.

Após denúncias, PCMA encontra local onde animais mortos são descartadas irregularmente

Foto: Polícia Civil do Maranhão

A Polícia Civil do Maranhão descobriu na tarde da última terça-feira(9), no município de Benedito Leite, um ponto de descarte irregular de animais mortos e lixo doméstico em uma área de preservação situada no Parque Estadual do Mirador. A ação policial realizada no âmbito da Operação “Protetores dos Biomas” ocorreu após o recebimento de denúncias.

De posse da informação, os policiais civis se deslocaram ao ponto indicado, onde puderam comprovar a existência de um lixão clandestino. No local, os policiais encontraram restos de animais mortos, principalmente bovinos, além de lixo domésticos.

Foto: Polícia Civil do Maranhão

Agora, a Polícia Civil deve instaurar um inquérito policial para investigar o crime, bem como identificar os responsáveis pelo descarte clandestino.

Operação Protetores dos Biomas

A missão da operação é prevenir e combater, de forma constante, crimes ambientais praticados por particulares, pessoas jurídicas ou organizações criminosas, principalmente, aqueles que causam danos de maior monta no contexto ambiental.

Polícia apreende tabletes de maconha e barra de crack e prende quarteto em Timon

Apreensão de drogas em Timon

Uma força-tarefa da Polícia Civil do Maranhão foi deflagrada na tarde desta quarta-feira (3),no município de Timon. A ação teve como base investigações coordenadas pela Delegacia de Homicídio e de Proteção à Pessoa (DHPP),que apuram crimes de homicídios ocorridos nos bairros Cidade Nova e Parque Alvorada.

As equipes policiais da delegacia especializada realizavam diligências a fim de coletar indícios criminais em endereços de alvos investigados por homicídio. Em determinado momento das diligências, os policiais abordaram, no Parque Alvorada, um motoqueiro de aplicativo e uma adolescente de 14 anos , que carregava uma bolsa contendo drogas.

A partir daí, os policiais da DHPP ,com apoio do Núcleo de Inteligência da PC-MA e do Núcleo de Operações com Cães (NOC), se deslocaram até o endereço de onde a droga teria sido despachada. No imóvel , de propriedade do moto-uber, foram apreendidos tabletes de maconha e crack.

Em números, quatro pessoas foram presas em flagrante e uma adolescente apreendida. Além disso, os policiais localizaram quatro tabletes de maconha e uma barra de crack.

Segundo a delegacia especializada, a principal investigada , que foi presa na ação policial ,possui processos criminais por tráfico de drogas no estado da Bahia, onde foi presa com grande quantidade de drogas meses atrás.

Em 15 dias de ações contra crimes ambientais, PCMA apresenta balanço parcial da ‘Operação Protetores dos Biomas’

Foto: PCMA

Dando continuidade às ações integradas de proteção ambiental, a Polícia Civil do Maranhão, por intermédio da Delegacia Geral de Polícia concluiu, um balanço dos resultados da Operação “Protetores dos Biomas” durante os últimos 15 dias do mês de junho de 2024.

Coordenada nacionalmente pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública(MJSP), a operação que iniciou no mês de abril, tem a missão de prevenir e combater, de forma constante, crimes ambientais praticados por particulares, pessoas jurídicas ou organizações criminosas, principalmente, aqueles que causam danos de maior monta no contexto ambiental.

Entre os dias 16 e 30 de junho, sob direção da Delegacia Geral de Polícia, 14 policiais civis realizaram ações no âmbito da operação no Parque Estadual do Mirador e na região da Amazônia Legal, onde desenvolveram os trabalhos de fiscalização e averiguação de denúncias de crimes ambientais praticados em tais áreas.

Paralelo ao trabalho repressivo, a Polícia Civil intensificou algumas investigações que revelaram à atuação do crime organizado nas ações de devastação ambiental e grilagem de terras em áreas de preservação permanente na região Tocantina, destacando os municípios de Imperatriz e Açailândia.

Foto: PCMA

As equipes policiais também puderam promover ações preventivas e socioeducativas sobre preservação ambiental, através de palestras e encontros em escolas da rede pública de ensino das áreas abrangidas pelos trabalhos.

De acordo com o balanço, em 15 dias de Operação ‘Protetores dos Biomas’, as ações resultaram em:

  • 10 missões cumpridas;
  • 25 oitivas realizadas;
  • 17 Vistorias
  • 02 Termos Circunstanciados de Ocorrência(TCO);
  • 01 Prisão em Flagrante;
  • 06 Boletins de Ocorrência;
  • 06 Pessoas conduzidas à delegacia;
  • 05 Armas de fogo apreendidas;
  • 16 Animais apreendidos;
  • 10m3 Madeira apreendidas;
  • 01 Palestra
  • 07 inquéritos de complexidade movimentados;

PC desarticula grupo criminoso em operação ‘Gabarito’ contra fraude em concurso público no MA

Mandado de prisão cumprido pela PCMA

A Polícia Civil do Maranhão (PC-MA) deflagrou, na manhã desta sexta-feira,21 a “Operação Gabarito” com objetivo de desarticular um grupo suspeito de fraudar o concurso público da Guarda Municipal de Fortuna ocorrido em 2022. A missão dos 44 policiais civis envolvidos na ação era cumprir mandados de busca e apreensão e de prisão contra alvos investigados por integrarem o esquema criminoso nas cidades de Itapecuru-Mirim e Pedro do Rosário.

Ao total, foram cumpridos seis mandados de prisão preventiva e 11 mandados de busca e apreensão. Além disso, três pessoas foram presas em flagrante pelos crimes de posse irregular de arma de fogo de uso permitido (art. 12, do Estatuto do Desarmamento) e por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, devido a apreensão de dois revólveres de calibre 38 e uma pistola Glock de calibre 9mm.

Segundo as investigações da Delegacia de Polícia da cidade de São Domingos do Maranhão, um dos alvos, de 37 anos, residente na cidade de Itapecuru-Mirim, participou de diversos concursos públicos, especialmente aqueles para ingresso em Guarda Municipal de Fortuna, onde com o uso de documentos falsificados realizava as provas em nome de candidatos inscritos no certame.

Armas apreendidas na operação ‘Gabarito’

Na residência dele, os policiais encontraram 18 documentos do tipo RG com indícios de falsificação, os quais possivelmente foram utilizados em outras fraudes em concursos públicos. Além disso, o investigado também compartilhava o gabarito de sua prova com outros envolvidos no esquema criminoso.

Ainda de acordo com as investigações, o último concurso da Guarda Municipal de Fortuna, com a atuação do criminoso, a Polícia Civil constatou que pelo menos cinco candidatos conseguiram a aprovação no certame com a ajuda dele e de outros envolvidos.

Há indícios de envolvimento do bando criminoso em outros concursos no Estado do Maranhão, devendo o compartilhamento do elemento de informação com outros órgãos de polícia judiciária auxiliar no desmantelamento de outras fraudes em certames recentes.

Após os procedimentos de praxe, os presos foram encaminhados à unidade prisional de Itapecuru-Mirim, onde devem permanecer à disposição da justiça da Comarca de São Domingos do Maranhão.

Vizinho que se passava por agiota para extorquir viúva é preso em Timon

Homem preso em Timon por extorquir viúva

A Polícia Civil do Maranhão (PC-MA) prendeu nesta quarta-feira, 19, um homem, de 27 anos, homem, investigado por crime de extorsão no município de Timon. O homem se passava por agiota para extorquir dinheiro da vítima.

De acordo com o delegado Claudio Mendes, titular do 2º Distrito Policial de Timon, a vítima, uma mulher, registrou um boletim de ocorrência informando que seu marido havia falecido na última terça-feira (18) e, que durante o velório, começou a receber mensagens via celular de um número desconhecido, onde uma pessoa se dizia ser agiota e que seu marido havia deixado uma dívida de R$ 1.500 reais.

Na ocasião, a vítima informou não ter conhecimento de nenhuma dívida, além de citar que tinha condições financeiras para quitar o suposto débito. Diante da recusa, a mulher passou a receber várias mensagens de ameaça de morte, inclusive destinadas ao seu filho, uma criança de 7 anos.

Durante as investigações preliminares, ficou constatado que o suposto agiota seria na verdade, o vizinho da vítima, que tinha todo o conhecimento da rotina dos familiares.

A prisão foi realizada no bairro Joia, em Timon, pela Divisão de Inteligência e Captura (DICAP) do 2º DP, após os investigadores telefonarem para o mesmo número que fazia as ameaças. Na ocasião, o aparelho celular tocou no bolso do suspeito.

O delegado destacou que o preso é conhecido do 2º DP de Timon, onde já foi indiciado por duas vezes por crime de estelionato, além de possuir várias restrições na polícia por crime de ameaça.

O homem foi apresentado na Central de Flagrantes onde, foi autuado e encaminhado para o Presídio Jorge Vieira.

Em “Operação Protetores dos Biomas”, PC apreende madeira ilegal em Loreto

Veículo apreendido pela PCMA

A Polícia Civil segue intensificando as ações de combate aos crimes ambientais no Maranhão. Na última terça-feira (18), na cidade de Loreto, uma equipe de policiais civis conseguiu apreender um caminhão carregado madeira nativa supostamente extraída de forma ilegal do Parque Estadual do Mirador. A ação foi deflagrada no âmbito da “Operação Protetores dos Biomas”.

Os investigadores estavam em deslocamento a fim de realizar um trabalho de fiscalização ambiental na cidade de Loreto e adjacências, quando na proximidades do Povoado Ferrugem, se depararam com o caminhão carregado com madeira.

Durante a abordagem, o condutor do veículo informou que não tinha a Guia de Trânsito do Órgão Competente e que estava levando a madeira para uma carvoaria, informou também quem seria o proprietário da madeira.  Posteriormente, o proprietário foi localizado e prestou esclarecimentos na delegacia.

O caminhão foi conduzido até a sede da Delegacia de Polícia de Loreto, onde foi lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), pelo crime do Art.46, parágrafo único, da Lei de Crimes Ambientais, contra o proprietário do caminhão e o responsável pela madeira. A madeira se encontra apreendida na Delegacia de Loreto.

PCMA prende dois suspeitos em flagrante em operação de combate ao narcotráfico em Timon

Foto: PCMA

O Sistema de Segurança Pública segue empenhado no combate ao tráfico de entorpecentes em todo o Maranhão. Nesta quarta-feira (5), a Polícia Civil, por meio da Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (Denarc) de Timon, prendeu duas pessoas em flagrante durante uma operação para cumprimento de três mandados de busca e apreensão na cidade.

As buscas executadas pelos policiais e que levaram à autuação dos dois suspeitos, presos em endereços diferentes, resultaram na apreensão de porções de maconha e cocaína, balança de precisão, invólucros plásticos e dinheiro. Um caderno de anotações, máquina de cartão e celulares também foram apreendidos.

“Um dos indivíduos presos, de acordo com as investigações, é apontado como líder do tráfico de drogas no bairro São Francisco, aqui no município”, destacou o delegado Leonardo Carvalho, titular da Denarc de Timon.

A operação é consequência de uma investigação que foi base para uma ação realizada, anteriormente, no município vizinho de Caxias. “Essa operação decorre de uma investigação, também realizada pela Denarc, no Povoado Brejinho, em Caxias, na qual foi apreendida grande quantidade de entorpecentes e armas de fogo”, acrescentou o delegado.

De janeiro até agora, as operações realizadas pela Denarc em Timon resultaram em 45 prisões, entre flagrantes e preventivas, na apreensão de 17 armas de fogo, sendo duas submetralhadoras e várias pistolas, além de cerca de R$ 15 mil em dinheiro proveniente do tráfico de drogas e de grande quantidade de entorpecentes dos tipos crack, maconha e cocaína. Também foram confiscados três veículos utilizados pelos suspeitos.

Os indivíduos presos em flagrante na operação de desta quarta foram levados para a sede da Denarc, onde passam pelos procedimentos legais. Os elementos apreendidos serão utilizados para a continuidade das investigações.

A ação contou com o apoio operacional do Grupo de Pronto Emprego (GPE) e do Núcleo de Operações com Cães (NOC), da Polícia Civil.

Homem condenado a 10 anos de prisão por roubo é preso em Imperatriz

Homem preso pela Polícia Civil em Imperatriz

Na manhã desta segunda-feira(3), a Polícia Civil do Maranhão conseguiu, na cidade de Imperatriz, cumprir um mandado de prisão definitiva contra um homem condenado pela justiça pelo crime de roubo. Devido ao crime, ocorrido no ano de 2009, o indivíduo foi condenado à pena de 10 anos e 8 meses de prisão.

Após tomarem conhecimento do mandado de prisão, investigadores da Delegacia de Roubos e Furtos de Imperatriz (DRFI), com apoio do 5º Distrito Policial da cidade realizaram levantamentos de campo até localizar e prender o indivíduo na região do Centro de Imperatriz.

O preso foi apresentado na delegacia para serem tomadas as medidas cabíveis, sendo posteriormente encaminhado para um unidade prisional da Região Tocantina, onde deve iniciar o cumprimento da pena determinada pela justiça.

PC de Timon prende suspeito de estelionato e falsidade ideológica

Foto Ilustração

Na tarde da última sexta-feira (24), a Polícia Civil,por intermédio do 2° Distrito Policial da cidade de Timon, conseguiu prender em flagrante um homem, de 65 anos , suspeito pelos crimes de estelionato, falsidade ideológica e uso de documento falso.

O delegado Cláudio Mendes, titular do 2°DP, disse que ,na quinta-feira (23) , uma pessoa esteve na delegacia a fim de registrar um boletim de ocorrência informando que seu cunhado, que é caminhoneiro, havia saído para transportar uma carga de pneus entre as cidades de Goiânia, capital de Goiás e Teresina ,no Piauí, porém ele havia deixado de fazer contato com a família desde a última segunda-feira (20).

Ainda segundo com o delegado, a ocorrência do suposto desaparecimento chamou a atenção dos investigadores, pois é frequente fraudes a seguradoras de cargas com intuito de receber valores por “falsos roubos” de cargas.

Com as suspeitas, os investigadores da Divisão e Inteligência e Capturas (DICAP), vinculado ao 2° DP, passaram a realizar diligências imediatamente após a ocorrência ,o que resultou, na sexta, na localização do suposto desaparecido ,que estava hospedado em um hotel da cidade de Timon.

Na delegacia, o homem passou a dar versões contraditórias e apresentou um boletim de ocorrência falso dizendo que havia sido sequestrado e a carga roubada. O indivíduo foi autuado em flagrante.

As investigações terão continuidade para saber se o a pessoa que registrou a ocorrência de desaparecimento do preso tinha ou não conhecimento da fraude.