Bebê de 1 ano morre atropelado por van em Imperatriz

Foto Reprodução

Na noite dessa segunda-feira (8), um acidente trágico abalou a comunidade de Vila Fiquene, em Imperatriz, na região tocantina do Maranhão. Um bebê de um ano e seis meses, identificado como Arthur Oliveira Batista, morreu após ser atropelado por uma van.

Segundo informações preliminares, o motorista do veículo estava realizando uma manobra quando Arthur correu para perto da van, sendo atropelado em seguida. Testemunhas relataram que, após o acidente, o condutor, cuja identidade ainda não foi revelada, fugiu do local.

A Polícia Militar do Maranhão (PMMA) foi prontamente acionada e chegou a tentar reanimar o bebê, mas infelizmente, Arthur não resistiu aos ferimentos e faleceu no local.

O corpo da criança foi levado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) até o Instituto Médico Legal (IML) de Imperatriz para os procedimentos legais.

Corpo sem cabeça é encontrado enterrado em cova rasa em Imperatriz

Foto Reprodução

Um macabro descobrimento chocou moradores da invasão do Parque Alvorada I, no município de Imperatriz. Um corpo sem a cabeça foi encontrado enterrado próximo ao riacho Cacau.

O delegado James dos Anjos, responsável pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Imperatriz, informou que até o momento não foi possível identificar a vítima. “Temos conhecimento de uma pessoa desaparecida e estamos investigando se há conexão com este achado macabro, mas até agora não temos identificação”, afirmou.

Mais de meia tonelada de droga é incinerada pela PCMA em Imperatriz

Foto: PCMA

A Polícia Civil do Maranhão (PCMA), por intermédio da Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (DENARC) de Imperatriz, que é vinculada a Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (SENARC), realizou, na última terça-feira(25), a incineração de 551,6kg de entorpecentes apreendidos em inquéritos policiais que tramitaram na DENARC de Imperatriz entre os anos de 2023 e 2024.

Imagens da incineração na cidade de Imperatriz.

Sob coordenação da delegada Jéssica Ingrid, chefe da DENARC de Imperatriz, o processo de incineração ocorreu em uma cerâmica do municipio, com a presença de uma equipe da Vigilância Sanitária.

A ação ocorreu no âmbito da Operação Nárke II, coordenada pela Diretoria de Operações Integradas e de Inteligência da SENASP/MJSP, que visa integrar as forças de segurança pública na prevenção e repressão qualificada ao tráfico de drogas em todas as unidades da federação. No estado do Maranhão, a intensificação está sendo coordenada pela SENARC.

Imagens da incineração na cidade de Imperatriz.

De acordo com o superintendente da SENARC, Éderson Martins, a incineração destruiu drogas dos tipos maconha, crack e cocaína, resultando em prejuízo financeiro de aproximadamente R$ 20 milhões de reais para o tráfico de drogas.

Essa não é a primeira incineração realizada pela SENARC em 2024.  No início do ano, mais especificamente no mês de janeiro, a superintendência especializada destruiu cerca de 1.500 quilos de drogas que foram apreendidas em ações realizadas no ano de 2023, gerando um prejuízo milionário aos grupos criminosos.

Imagens da incineração na cidade de São Luís.

Para o delegado-geral da PC-MA, Jair Paiva, o trabalho da Polícia Civil, bem como das demais forças do Sistema de Segurança Pública na atividade de enfrentamento ao tráfico vem apresentando resultados cada vez melhores, levando à apreensão de quantidades maiores de entorpecentes e gerando uma grande prejuízo aos traficantes.

Motociclista é detido pela PRF após ser flagrado “dando grau” na BR-010, em Imperatriz

Foto: PRF

Um jovem de 19 anos foi detido pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) na BR-010, em Imperatriz, após realizar uma manobra perigosa em local de tráfego intenso e quase colidir na traseira de uma outra motocicleta.

A ocorrência registrada no Km 248 da rodovia, envolveu um condutor de uma motocicleta que levantou a roda dianteira do veículo, realizado uma manobras popularmente conhecidas como “grau”, em um trecho onde circulavam diversos veículos e pessoas.

A equipe da PRF estava em serviço de ronda ostensiva na faixa de rolamento à esquerda da motocicleta e imediatamente acionou a sirene da viatura ao notar a infração. A manobra imprudente foi realizada perigosamente próxima de outra moto, que trafegava logo à frente, gerando um risco iminente de colisão traseira.

Diante da situação, além das autuações por diversas infrações de trânsito, o motociclista foi detido e encaminhado à Delegacia de Policia Civil local pelo crime previsto no Art.308 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), por realizar manobras ariscadas em via pública gerando risco.

Vítima de assalto espancada em Imperatriz tem celular recuperado; veja imagens do crime

Vítima foi agredida por marginais

A Polícia Civil do Maranhão recuperou um aparelho celular roubado após uma série de agressões praticadas contra a vítima que ocorreu no dia 24 de abril deste ano, na cidade de Imperatriz.

Segundo a 10ª Delegacia Regional de Imperatriz, dois indivíduos agrediram covardemente a vítima que estava sentado em sua motocicleta em uma vida pública da cidade, desferindo golpes com pedaço de madeira pelas costas. Mesmo sem oferecer resistência, os agressores continuaram com a violência, levando não apenas o celular da vítima, mas também a quantia de R$130,00.

O crime foi registrado por câmeras de segurança instaladas próximas ao local do fato.

Veja imagens:

Após investigações conduzidas pelos policiais do 5° Distrito Policial de Imperatriz, foi possível identificar os autores e, de forma eficiente, recuperar o aparelho celular da vítima. As diligências seguem a fim de prender os autores do crime que seguem foragidos.

Em Imperatriz, PF investiga falsificação de certificados de cursos de vigilância

Polícia Federal em Imperatriz

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira, 18, em Imperatriz, a ‘Operação Falsa Proteção’, visando combater a prática dos crimes de falsificação e uso de documento particular, além da falsidade ideológica.

Estão sendo cumpridos 03 mandados de Busca e Apreensão, expedidos pela 1ª Vara Federal Cível e Criminal da Subseção Judiciária de Imperatriz/MA.

A operação foi desencadeada no bojo de Inquérito Policial instaurado pela Polícia Federal após constatar a apresentação de documentos e declarações em procedimentos para certificar a conclusão de cursos de vigilância, sem a efetiva participação dos alunos nas atividades instrucionais, o que levou a equipe de investigação a representar pelos medidas judiciais cumpridas na presente data, como forma de robustecer o arcabouço probatório e a identificação de outros participantes dos delitos cometidos.

Estão participando da ‘Operação Falsa Proteção’  quinze policiais federais do Estados do Maranhão.

Os investigados poderão responder por falsificação de documento particular (art. 298, do Código Penal), falsidade ideológica (art. 299, do Código Penal) e uso de documento falso (art. 304, do Código Penal) com penas que podem chegar a 08 (oito) anos de prisão.

A operação foi denominada FALSA PROTEÇÃO por se tratar de um possível esquema de venda de diplomas em curso de vigilantes, gerando com uma falsa sensação de segurança e proteção por pessoas que não foram devidamente instruídas para o trato profissional da atividade de vigilância.

Polícia prende homem que incendiou a residência da mãe em Imperatriz

Foto Reprodução

Na noite passada, um homem foi detido após incendiar a residência de sua mãe no bairro Habitat Brasil. A polícia já havia sido chamada ao local antes do incidente, mas a mãe inicialmente recusou-se a registrar queixa. Contudo, após o filho atear fogo à casa, ela contatou as autoridades.

O indivíduo, conhecido por seu uso de substâncias ilícitas, iniciou o incêndio que rapidamente se alastrou para as propriedades vizinhas. Ele foi capturado pela guarnição da Maria da Penha e conduzido ao Plantão Central de Imperatriz.

PCMA apreende munições e arma que pode ter sido usada em latrocínio em Imperatriz

Arma e munições apreendidas pela Polícia Civil em Imperatriz

Uma ação policial realizada pela Polícia Civil, através da Delegacia de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) de Imperatriz, resultou na apreensão de uma arma de fogo calibre 380 e 44 munições que estavam em uma residência situada no bairro Cinco Irmãos, em Imperatriz.

A apreensão é resultante de uma investigação coordenada pela delegacia especializada que apura um crime de latrocínio ocorrido no dia 26 de abril de 2023, no mesmo bairro onde o material foi apreendido. Os indícios criminais coletados pela polícia geraram a expedição de um mandado de busca e apreensão pela Central de Inquéritos e Custódia.

Durante o cumprimento da ordem judicial, o imóvel se encontrava vazio. O material apreendido será submetido a exames periciais que devem ser anexados ao inquérito policial.

Com mandado em aberto, homem vai a delegacia de Imperatriz registrar BO e acaba preso

Delegacia de Imperatriz

Um homem, que não teve o nome divulgado, acabou sendo preso pela Polícia Civil ao procurar pelo 1º Distrito Policial de Imperatriz, para registrar um Boletim de Ocorrência (B.O), nesta última terça-feira, 19. O suspeito procurou a delegacia para registrar a denúncia, oportunidade em que um investigador resolveu consultar na base de dados do CNJ antes de encaminhar seu caso para a central de boletim de ocorrências.

Conforme o delegado Alex Andrade, chefe da 10ª Delegacia Regional de Imperatriz, contra o homem havia um mandado de prisão por sentença definitiva tráfico de drogas, lesão corporal e receptação.

Diante dos fatos, o homem recebeu voz de prisão, sendo encaminhado para uma unidade prisional da cidade.

Fim de semana com megaoperação da PCMA em repressão à criminalidade em São Luís e Imperatriz

Polícia Civil do Maranhão em operação neste fim de semana

Equipes da Polícia Civil do Maranhão, sob coordenação da Delegacia Geral de Polícia, deflagraram na sexta-feira(16) e sábado(17), uma força-tarefa de combate à criminalidade em bairros de São Luís e do município de Imperatriz.Em São Luís, policiais civis da Superintendência de Polícia Civil da Capital (SPCC) e do Grupo de Reposta Tática(GRT/SEIC), estiveram em bairros da região do Itaqui-Bacanga e da zonal rural da capital , onde realizaram os trabalhos de abordagem e revista à veículos e pedestres em situação suspeita a fim de localizar drogas ou armas.

Já na cidade de Imperatriz, as equipes policiais montaram barreiras para a realização de abordagens como forma localizar e apreender armas de fogos e drogas, entre outros itens utilizados para práticas criminosas, além de cumprir mandados de prisão contra foragidos da justiça.O alvo da ação ostensiva e preventiva foram bairros que registraram nos últimos dias, um aumento no índice de criminalidade, a exemplo, os crimes contra o patrimônio. A ação policial contou com as participações de policiais da 10ª Delegacia Regional de Imperatriz e do Grupo de Pronto Emprego(GPE).

“A missão é capturar criminosos, inibir qualquer tipo de crime, garantindo a segurança da população dessas duas cidades. Estamos estendendo esse trabalho preventivo para outras cidades do interior do estado no intuito de garantir à redução da criminalidade”, ressaltou Jair Paiva, delegado-geral da Polícia Civil do Maranhão.